Páginas

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Relato de Velejos em Guarapari ES

Veleiro K na Enseada das Virtudes, Nossa Hospedagem

Veleiro K na Enseada das Virtudes, o veleiro mais fácil para viajar em racks

Veleiro K chegando a Praia do Morro

Ao fundo os mastros da Escola de Vela, nossa guarderia na Praia do Morro

Fui muito bem recebido pela Equipe da Escola de Vela Vitória Guarapari do nosso amigo Edmar. Deivid e Robinho foram excelentes afitriões. Quando visitar Guarapari, curta a Escola de Vela no final da praia do Morro. Caiaques e veleiros para aluguel.

Carlos Sá Pinto na velejada noturna

Carlos Sá Pinto na velejada noturna

Carlos Sá Pinto na velejada noturna
A primeira velejada foi noturna, aproveitando a excelente iluminação da Praia do Morro. Um velejador de nome Karl, descendente de alemães e com 79 anos de idade inaugurou nesta noite, as nossas velejadas em Guarapari, pena que não conseguimos imagens do Karl...
O meu amigão Carlos Sá Pinto também velejou nesta noite incrível...






O veleiro K se houve muito bem em Guarapari. Ventos fortes de NE, protegido pela enseada da Praia do Morro. Eu improvisei um par de bóias de braço de criança no top do mastro, para uma possível capotada, já que o Veleiro K estava no mar e com velejadores diversos. O Carlos Sá Pinto velejou muito e matou as saudades de velejar. Ficou apaixonado pelo K e quando chegou em sua residência em Domingos Martins, na região de montanha do ES, me enviou um torpedo com o seguinte texto: "Obrigado pelo dia maravilhoso dia que você me proporcionou". Na realidade só foi possível por causa do Veleiro K.

A Vela VK Modelo Sem Costuras, se saiu muito bem!, pena que não houve comparativos...

As imagens desta viagem estão prejudicadas, pois a minha Kodak ZX3 foi para a garantia da Kodak, devido a defeitos e eu estou me virando com as fotos de um celular Nokia.

sábado, 21 de janeiro de 2012

Bradt Team Baja Expedition - Triak Test Day




Tyler Bradt, Erik Boomer, e Sarah McNair-Landry juntos, com seus novos TRIAKs, em San Diego, para um dia de teste, antes de ir para Baja, no México.
Chuck Skewes e a equipe da Ullman Sails San Diego juntaram-se para ajudar e provar seu novo trabalho prático com o novo TRIAK com as "Sails Techno", que foram incríveis no visual e performance na água.
Ficaremos de olho nos resultados!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Expedição Triak no Mar de Cortez



A TRIAKsports estará patrocinando três exploradores de renome para uma aventura de 30-45 dias através do Mar de Cortez. A equipe será composta por Tyler Bradt, Boomer Erik e Sarah McNair.  Os três têm uma longa lista de expedições, impressionantes e extremas.



A expedição será completamente documentada para dar um vislumbre do mar e da vida marinha abundante.
Belo litoral, oportunidades para grandes aventuras, bem como, para expor as emoções dos personagens e da equipe.



Esta será uma expedição multi-facetada, onde a equipe estará utilizando os ventos predominantes de Norte.  Enquanto navegam seus TRIAKs, tanto quanto possível, agora com velas Ullman



A jornada é de 1200 quilômetros entre o estado de Washington e o Alaska (EUA), uma das mais ambiciosas de todas as rotas de caiaques no mar. Fique atento ao TRIAKsports para mais informações e acompanhar a aventura que se inicia neste mês.

A velas iniciais dos Triaks foram projetadas e confeccionadas pela North Sail, mas, nesta aventura a opção foi a confecção da Ullman Sails, que imprimiu um novo visual fashion.

Link para o site oficial da expedição, clique aqui.

Vela VK - Centro Vélico do Modelo Sem Costuras

Vela VK - Modelo Sem Costuras - CE Centro de Equilíbrio da Vela
Centro da Área Vélica - Imagem de Michalak

Vela VK no Veleiro K - Centro da Área Vélica apenas um pouco a ré da bolina
Na velejada na Laguna de Itaipú eu percebi um leme bastante neutro. É fundamental no projeto de um veleiro, se conseguir um leme neutro, sem tendência a orçar ou arribar de forma aguda. O desequilibrio é causa de insegurança e de diminuição da velocidade do veleiro, devido a atuação do leme, o que freia o barco.
Uma das grandes vantagens em pequenos veleiros é que você pode contribuir para ajustar o equilíbrio, apenas movimentando o seu corpo para afundar mais a proa ou popa.
Uma vantagem também importante é a utilização da bolina externa pivotante (leeboard), que permite ajustar o equilíbrio de ajuste fino, apenas ajustando a inclinação da bolina. Esta possibilidade não existe na bolina que utiliza caixa (centerboard).

Quanto a bolinas externas, visite o post: Qual bolina colocar na canoa ou caiaque à vela?

Para conhecer mais sobre a Vela VK, clique aqui.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Vela VK - Detalhes do "wingsail" flexível

Atendendo a várias solicitações, detalho aqui, com imagens, como a Vela VK, modelo Sem Costuras é configurada para ser uma "wingsail" flexível.

Atenção: Foi  omitida deste "post" a tala de alumínio, que é um importante componente do conjunto, mas que pode ser visto em imagens e referências em outros "posts".

Link para posts da Vela VK.
Vela VK aberta com os tubos de PVC no top e na esteira da testa. 

Vela VK - Detalhe do segmento de tubo de PVC 75 mm (mudarei para 100mm) de diâmetro em uma das extremidades da testa 

Vela VK - O tubo de PVC é anexado a testa apenas em um ponto, usando organizador de fios 
Vela VK - Detalhe do "shape" do "foil". No mastro, o formato  fica  mais definido

Vela VK - Vista do "foil" por outro ângulo

Vela VK - Vista da vela semelhante a como aplicada ao mastro

Vela VK - Pronta para armazenagem.

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Estréia da Vela VK Sem Costuras
























Com o apoio do Marcelo Maia e do meu irmão Sylvio Siqueira Jr. finalmente a estréia da Vela VK modelo Sem Costuras.

Muita potência de uma vela asa revelada nesta Vela VK, uma vela de baixo investimento e altos benefícios. As imagens do vídeo e das fotos falam por mim...

Agora, é velejar muito e passo a passo ir descobrindo as manhas da vela, quanto a regulagens finas de  "trimagem" e mareação.

O Marcelo Maia  deu importante contribuição na avaliação técnica e estreou um motor elétrico no seu bote, que revelou excelente potência, mas teve problemas técnicos na estréia da sua nova câmera de vídeo a prova d'água, o que empobreceu a documentação por imagens.
O Sylvio filmou com a sua potente Canon modelo SX130IS.

Muito obrigado ao Marcelo Maia e ao Sylvio pelo apoio.

Mais detalhes da Vela VK, clique aqui.






























Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...